Startups são sementes da economia do futuro, segundo Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação para Pernambuco 2017-2022

O plano promete apoio e crescimento no ramo das startups

4 de agosto de 2017
• Escrito por

A ideia de startup se expandiu de tal maneira que chegou até aos planos que o governo do estado e a SECTI têm para Pernambuco. A iniciativa propõe orientar o planejamento e as ações de desenvolvimento nas áreas da ciência, tecnologia e inovação. O assunto é sério e promete grandes avanços.

Mas, o que desencadeou a ideia brilhante de promover a conectividade em todo o estado para o benefício da população e da economia?

A tecnologia está em tudo e se manifesta de diversas maneiras, sendo assim, estamos muito próximos de uma revolução, na qual a geração de capital e seus benefícios têm uma distribuição desigual e depende ainda mais da introdução do conhecimento. O problema a ser solucionado é principalmente a desigualdade entre ricos e pobres, consequentemente entre países mais e menos desenvolvidos, e por fim, entre homens e mulheres, considerando que estas procuram menos as carreiras demandadas pela manufatura avançada.

A exclusão não fica de fora, muitas regiões do interior do estado ainda não têm o devido acesso aos recursos, lembrando que a introdução de inteligência computadorizada é mais susceptível nos segmentos menos qualificados do mercado. Sendo de suma importância o investimento intensivo na educação formal e qualificação profissional.

E qual a solução proposta para tal problema, de modo que impulsione os esforços já presentes e supere o histórico de falhas?

Em resposta à urgente necessidade de estabelecer um nível de competitividade pernambucana e transformação social, foram criadas medidas, como os 6 eixos centrais da Estratégia, o Desenvolvimento de talentos e criatividade, a Pervasiva Expansão da Economia e Sociedade Digitais, a Aceleração da Inovação nas Atividades Econômicas, Cooperação e Transparência de Conhecimento, Ambiente Favorável à Inovação e por fim, Governança e Responsabilidade.

Quando se fala na Aceleração da Inovação nas Atividades Econômicas, entram as estrelas do mês, as startups, o ponto em que queríamos chegar, para a alta da produtividade e competitividade, penetração de novos mercados, a criação amplificada das mesmas é muito considerável.

Todo esse planejamento se perpetuará por mais 5 anos, com todo o apoio da SECTI e do governo do estado ao disponibilizar oportunidades como workshops, aceleradoras e participação no desenvolvimento de pesquisas na área, vale muito a pena trabalhar nesse novo modo de empreender.

Para mais informações, acesse o site e facebook da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco, lá você poderá ficar por dentro das oportunidades e como elas poderão ajudar em sua participação no programa!