Inovação e perfil empreendedor

Inovação e perfil empreendedor

Dando continuidade ao nosso mês de empreendedorismo, hoje, o subtema abordado será inovação e perfil empreendedor, apresentaremos conceito, maneiras de inovar e ser criativo, e quais requisitos faz de alguém um empreendedor.

Inovar é preciso para empreender, é muito importante ter conhecimento disso para que seu negócio tenha um crescimento significativo e seja bem aceito pelo mercado, transformar ideia em dinheiro. Inovação nomeia a ação de inovar, de criação de uma novidade e de modificação de costumes, processos, entre outras coisas. O conceito de inovação é muito amplo e bastante utilizado no contexto empresarial e econômico, é tido basicamente como a necessidade de criar caminhos ou estratégias diferentes aos habituais meios para atingir determinados objetivos, porém, não devemos ficar presos à essa ideia de criação, pois além disso, também tem muito valor como modo de organizar uma empresa.

Há diversas maneiras de inovar, radical, de produto, de processo, de modelo de negócio, ou até mesmo incremental, mas todas elas necessitam das mesmas ferramentas, a pesquisa, consciência do cenário competitivo vigente e criatividade. Criatividade e inovação são quase que sinônimos, mas a primeira é o princípio de tudo e faz com que a segunda se perdure e se realize.

Para inovar se faz necessário, primeiramente, estabelecer um pensamento estratégico, criar uma vantagem estratégica no mercado é de suma importância. Em contrapartida, assumir riscos é essencial, equilibrando a nossa busca do ideal com a realidade de aprender, arriscar, falhar para em última instância ter sucesso. O terceiro passo é a pesquisa, através dela pode-se dominar uma ampla gama de desconhecidos, incluindo as tecnologias emergentes, mudança social e valores do cliente, e, no processo, vamos expor oportunidades novas e significativas para a inovação. A quarta etapa é o Insight, o momento em que a lâmpada acende e as ideias surgem como o resultado dos processos e atividades anteriores, não de forma aleatória. Após esses passos, é hora do desenvolvimento da inovação, o processo de design, engenharia, prototipagem e testes, que resulta em produto, serviço e projetos de negócios acabados. A penúltima fase é o desenvolvimento de mercado, o processo de planejamento de negócios universal, que começa com a identificação e o desenvolvimento de marca, continua com a preparação para clientes entenderem e escolherem esta inovação e leva ao crescimento rápido das vendas. E por fim, a venda, o objetivo que todos almejam a partir de todo esse processo.

O empreendedor é acima de tudo visionário, ele sempre se preocupando com o futuro do seu negócio, consegue identificar os nichos de mercado, estando sempre atendo às oportunidades, exige qualidade e eficiência nos processos, persiste, assume riscos e claro, tem comprometimento com seu trabalho.

Confira nossos próximos posts que trarão mais informações importantes sobre tudo deste universo de empreendedorismo e se sentirá preparado para fomentar novos negócios, dia 08 estamos de volta com abordagem sobre o mercado de trabalho de TI no Brasil, que tem grandes oportunidades empreendedoras a oferecer.

 

Tivemos como fonte de todo o nosso conteúdo das páginas: Innovation Management.se, ZH Economia e Sebrae.

Leave a Reply

Protected by WP Anti Spam